DEFENDENDO O SERVIDOR PÚBLICO
Redes Sociais:

Notícias CNSP

CNSP se reúne com o senador Major Olímpio

Publicado em: 28/01/2020

Na tarde desta terça-feira, 28 de janeiro de 2020, o presidente da Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP), Antonio Tuccílio, o diretor jurídico da entidade, Julio Bonafonte, e o vice-presidente da 5ª região (MT e RO), Cel. Valdir Suzano, tiveram a oportunidade de se reunir com o senador Major Olímpio (PSL/SP) para tratar de importantes pautas que visam a melhoria do serviço público.

Uma delas é a importância de um teto remuneratório único em S. Paulo. O estado é um dos poucos que até o momento dispõem de diferentes tetos, prejudicando carreiras do  funcionalismo. Uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que criava um único teto chegou a ser aprovada pela Assembleia Legislativa de S. Paulo em 2018, mas em seguida foi derrubada após Orlando Morando (PSDB), prefeito de S. Bernardo do Campo, impetrar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a proposta. Recentemente, o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu que professores de universidades estaduais vão estar sujeitos ao teto salarial federal, o mesmo que vale para os docentes de outras instituições de ensino superior públicas do país. Essa decisão é insuficiente. A CNSP defende que todas as outras carreiras estejam dentro das mesmas condições.

A reforma administrativa e a PEC Emergencial também foram temas desse encontro. A CNSP acredita que ambas podem precarizar o serviço público ao possibilitarem a demissão de servidores com estabilidade, o corte de salário e a diminuição de trabalhadores, entre outros pontos polêmicos. Também foi pautada a importância de manter o professor aposentado no Fundeb - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica, uma batalha da CNSP em parceria com a APAMPESP - Associação de Professores Aposentados do Magistério Publico do Estado de S. Paulo.

 

E, por fim, trataram da pauta precatórios. A CNSP luta há anos para que os credores dos recebam as quantias determinadas pela Justiça, porém os entes públicos sempre utilizam manobras jurídicas para evitar o cumprimento dessa obrigação. 

 

A Confederação ainda se comprometeu a trabalhar em 2020 para conscientizar a população sobre a importância do trabalho realizado pelos policiais militares, que são constantemente alvos de ataques da mídia e de setores partidários.

 

O senador Major Olímpio se mostrou receptivo e disse que estará sempre ao lado do servidor público. "Sou aliado, mas não sou alienado", disse ao final.